sexta-feira, 4 de maio de 2018

RELATÓRIO DAS VISITAS NOS POSTOS DE SERVIÇO NO DIA DE HOJE 04/05/18 NOS MUNICÍPIOS DE NITERÓI, SÃO GONÇALO E ITABORAI.


Hoje dia 04/05/18  as 05 horas da manhã os diretores do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões, Claudio Vigilante e Eduardo Vigilante se reuniu em Itaboraí com alguns Vigilantes da empresa Segurpro, onde entregamos o Jornal do Sindicato e ouvimos dos companheiros algumas reclamações sobre o que está acontecendo dentro do Comperj. 

Dia 05/05/18 estaremos nos reunindo com o outro plantão para também conversarmos com os vigilantes e apurarmos mais algumas reclamações.

Vamos também conversar com os Vigilantes noturnos dos 02 plantões e após ouvir todos os trabalhadores vamos encaminhar para a empresa um documento pedindo explicações e cobrando soluções.

Dando continuidade as visitas estivemos também no CEASA em Alcântara e verificamos que os Vigilantes da Empresa Plima que prestam serviço nesse posto estão sendo colocados para trabalhar em situação totalmente irregular. Verificamos Vigilantes Armados fazendo serviço de guarda de transito usando inclusive apito para controlar o Transito dentro do Ceasa. Vigilante não é guarda de transito,Vigilante faz Segurança. Observamos ainda Vigilantes Armados controlando as vagas de estacionamentos para os clientes não estacionar os carros em locais não autorizados, colocando a sua vida em risco porque estão armados e no meio de uma grande quantidade de pessoas e de carros e podem a qualquer momento ser rendidos e algo de mais grave pode acontecer.

Verificamos também que os Vigilantes ficam em pé 11 horas direito sem ao menos ter um  mecanismos de descanso para as pernas descumprindo a NR 17.

Vamos encaminhar um oficio para a Empresa de Segurança Plima solicitando uma reunião para resolvermos esses problemas que estão acontecendo no CEASA.

Detectamos ainda que no Condomínio chácara de Pendotiba em Niterói o Vigilante da Empresa Solidez que presta serviço para o condomínio fica largado na calçada do condômino colocando a sua vida em risco debaixo de uma guarda sol sem nenhum respeito por parte da empresa e também do condomínio com a Segurança do Trabalhador.

Já tivemos conversando com a Sindica do Condomínio, fizemos um oficio  para o Condomínio informando que o Vigilante não pode fazer Segurança na Rua, mais não houve por parte do Condomínio e da empresa nenhum respeito pela vida do Vigilante e pela Lei Federal que impede essa situação. O que eles querem e a Segurança e não se preocupa com o que pode acontecer ao Trabalhador.

Estamos na segunda feira dia 07/05/18 protocolando um oficio na Policia Federal em Niterói denunciando a irregularidade e solicitando fiscalização no Condomínio e também na empresa Solidez por descumpri a portaria da DPF 3233/2012 que impede tal absurdo.

A diretoria do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões vai  continuar firme na defesa da nossa categoria e na luta para garantir os nosso direitos, pois somos seres humanos e não escravos. 

SÓ QUEM SABE O QUE UM VIGILANTE SOFRE EM SEU POSTO DE SERVIÇO É UM OUTRO VIGILANTE.

PENSEM NISSO.!

Claudio Vigilante
                             Presidente do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões.

Um comentário: