quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Diretores do Sindicato SVNIT visitam postos de serviço na região


Diretores do Sindicato Svnit distribuíram o Jornal da CNTV aos vigilantes nos postos de serviço da base territorial da entidade.

O Jornal da CNTV traz informações importantes sobre o andamento da luta pelo Piso Nacional de R$ 3.000,00 reais em vários Estados do Brasil.

Vários dirigentes sindicais de alguns Sindicatos de Vigilantes que eram contra o Piso Nacional hoje estão sendo obrigados a apoiar.

Agradecemos a recepção dos companheiros nos postos de serviço que se colocaram à disposição para ajudar a divulgar a luta da categoria e da CNTV para que o Piso Nacional seja aprovado o mais breve possível.
 
Estiveram nas visitas aos postos o Presidente do Sindicato SVNIT CLAUDIO VIGILANTE e o diretor de relações Públicas VILMAR VITOR.



quarta-feira, 15 de outubro de 2014

O SINDICATO DOS VIGILANTES DE NITERÓI E REGIÕES (SVNIT) ASSINA CONVÊNIO COM EMPRESA FUNERÁRIA NA NOSSA REGIÃO PARA ATENDIMENTO AOS VIGILANTES ASSOCIADOS OU NÃO



Cumprindo o que foi aprovado pelos Vigilantes nas assembleias de campanha salarial do ano passado o Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões fechou uma parceria com empresa funerária desde o mês de julho de 2014 para atender a todos os Vigilantes associados ou não da sua base territorial garantindo o enterro dos dependentes dos Vigilantes gratuitamente.

Conforme deliberação dos vigilantes que compareceram às assembleias de campanha salarial do ano passado ficou aprovado que este ano seria descontado um valor de R$ 3,00 (três reais) de todos os Vigilantes da nossa base territorial com o objetivo de garantir, numa fatalidade que acontecesse com os legítimos dependentes dos vigilantes, que o Sindicato SVNIT forneceria um auxílio funeral para ajudar no enterro.

No entanto, mais uma vez a diretoria do Sindicato SVNIT se reuniu e demonstrou que o nosso objetivo é dar uma melhor condição ao vigilante e decidiu que em vez de darmos um auxílio para a família do vigilante para que fizesse o enterro, o sindicato assumiria o toda as despesas dando mais tranquilidade à família do Vigilante, que na hora de uma fatalidade da perda de uma familiar ficam arrasados e sem noção do que fazer.

No Mês de Julho de 2014 um filho de um Vigilante da empresa de Segurança  Hércules veio a falecer em um acidente e o sindicato cumpriu o que tinha sido aprovado pela diretoria. Cuidamos de tudo, inclusive pagando toda a despesa com funeral e entregamos o atestado de óbito para a família.

Aproveitamos a oportunidade para informar a todos os vigilantes que estão descontando o valor de R$ 3.00 (três reais) no seu contracheque que em qualquer imprevisto que venha acontecer com os seus dependentes, procure o sindicato SVNIT que vamos acionar a empresa funerária, para que sejam tomadas todas as providências.

Solicitamos ainda que o Vigilante informe ao sindicato se a sua empresa não estiver descontando o valor determinado na convenção de R$ 3,00 (três reais) para que possamos procurar a empresa para regularizar a situação para que o companheiro não fique sem a cobertura.

Aqueles vigilantes que porque qualquer motivo não quiser continuar descontando o valor de R$ 3,00 (reais) pode comparecer ao sindicato SVNIT e solicitar o cancelamento, assinará uma carta abrindo mão do direito que consta da convenção coletiva para os seus dependentes, esta carta será encaminhada pelo Próprio para empresa.

Agradecemos a confiança de todos os Vigilantes que estão parabenizando a direção do sindicato SVNIT por se preocupar com a família do Vigilante, mesmo não sendo sindicalizado.

A diferença do Vigiante não Sindicalizado para o Sindicalizado é que Vigilante Sindicalizado tem muitos mais direitos e benefícios e o não sindicalizado somente o plano funeral de seus dependentes.

Mais uma vez o Sindicato SVNIT está pensando no Vigilante e na sua família.

A Diretoria do SVNIT

COMUNICADO AOS ASSOCIADOS DO SINDICATO SVNIT.



A Diretoria do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões (SVNIT) assinou uma parceria no final do Mês passado com uma empresa para oferecer aos nossos associados e dependentes um plano básico para atendimento Médico e alguns exames laboratoriais, no sistema compartilhado.

A dificuldade que tivemos para fechar uma parceria com uma empresa é porque tivemos dificuldades para encontrar uma rede de clinicas que nos atendesse com o valor que pagamos de mensalidade, pois o valor pago hoje de R$ 53,00 (cinquenta e três reais), que é para administração do Sindicato, deste valor tiramos um percentual para oferecermos um atendimento básico aos nossos associados na área da saúde, assessoria jurídica, funcionário, jornalista, informativos bimensal, contador, luz, agua e telefone, portanto o valor recebido tem que ser bem administrado.

O que pagamos de mensalidade associativa não da para pagar um bom Plano de Saúde, mais ajudará e muito os associados porque existe uma rede de atendimento medico bem ampla com varias Clinicas em varias localidades da nossa região.

O outro fato que nos fez atrasar um pouco a apresentação da listagem dos associados para a empresa, é que algumas empresas de segurança vem descontando os valores das mensalidades e não vem repassando para o sindicato inclusive tem empresas que não repassa desde janeiro as mensalidades dos associados, e também estavam retendo a listagem com os nomes dos companheiros, tivemos que tomar um posicionamento enérgico com as empresas para que pudéssemos receber as listagens com os nomes e valores descontados, por isso só agora vamos poder mandar a relação com os nomes dos associados e seus dependentes para a empresa, Graças a Deus.

Além desta parceria, também conseguimos fechar um convenio com uma ótica com exames gratuito e desconto se fizer o óculos, Aluguel de carro com desconto que pode chegar até 60% do valor da diária para o associado e com a faculdade Estácio de Sá onde o associados e dependentes, poderá ter desconto de até 20% do valor do Curso.

Já estamos finalizando um convenio com uma Auto Escola com desconto e com papelarias para que os associados possam comprar material escolar dos seus filhos com desconto, em breve informaremos quais as papelarias e qual o desconto que será firmado.
O Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões por não fazer esquema com empresa acaba sendo prejudicado por elas, já temos hoje entorno de quase 20 ações de cobranças cobrando o que descontaram do trabalhador e não repassaram para o sindicato, e outras empresas repassaram para o sindicato do Rio os valores devidos ao nosso sindicato.

Assim que as carteiras chegarem ao Sindicato informaremos a todos os associados e também levaremos no posto de serviço, se o companheiro não puder vim pegar no sindicato.

A Diretoria do SVNIT

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

COMUNICADO AOS VIGILANTES DA EMPRESA DE SEGURANÇA GP.

Convidamos todos os Vigilantes da empresa de Segurança GP que esta com problemas de desconto nos seus contracheques desde o mês de março de 2014, para comparecer a Assembleia na Sede do Sindicato SVNIT  no dia 11 de Outubro de 2014 as 09 horas, para analisarmos o que já temos de encaminhamento por parte da empresa, e também tirarmos uma posição sobre a proposta que a empresa apresentará ao sindicato que será repassada para os Vigilantes.
A assembleia será realizada na sede do Sindicato dos Vigilantes e Niteroi e regiões (SVNIT) situada a rua Marques de Paraná Nº 143 Centro de Niteroi enfrente ao Corpo de Bombeiro.
Peço aos Vigilantes que não faltem a união faz a força.

A diretoria do SVNIT.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

COMUNICADO AOS VIGILANTES DA EMPRESA DE SEGURANÇA GP DE NITERÓI E REGIÕES



A diretoria do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e Regiões (SVNIT) através do Presidente Claudio Vigilante e do 1º Secretario Eduardo de Carvalho esteve  hoje dia 01/010/14, reunidos na parte da manha, na Sede da Empresa GP para tratar de assuntos concernentes aos descontos que a empresa vinha realizando sem a comprovação devida.
Conforme informamos aos companheiros encaminhamos um oficio para a direção da GP cobrando que apresentasse documentos que comprovassem que os débitos nos contracheques dos Vigilantes eram devidos..

A empresa na data de hoje nos apresentou alguns documentos referentes às datas e meses dos descontos informando o que era, e quando foi depositado na conta do vigilante da nossa região, e nos informou ainda que o quantitativo de vigilantes atingidos pelos descontos foram 34.

Solicitamos a direção da empresa que nos fornecesse a relação e os documentos dos vigilantes que comprovavam os descontos e também cobramos da empresa a devolução dos valores descontados do tíquete refeição e de passagem.

O Srº. Confucio informou a diretoria do Sindicato que estará indo sexta feira a São Paulo e vai conversar com a presidência da empresa e trará os documentos que comprovam os descontos, e também a informação sobre o reembolso dos valores do tíquete refeição e passagem que foram descontados dos trabalhadores e que eles tem direito.
Precisamos que todos os Vigilantes apresentem ao Sindicato SVNIT os recibos assinados desde março até agora e que comprovam quando foram informados pela empresa e os valores descontados.

Portanto estamos marcando uma reunião com os vigilantes atingidos pelos descontos para o dia 11 de outubro de 2014 (Sábado)  as 09 horas na sede do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e Regiões, situado a Rua Marques de Paraná nº 143 centro de Niterói (enfrente ao Corpo de Bombeiros), quando estaremos apresentando os documentos que serão entregues ao sindicato e a resposta sobre as devoluções dos valores que foram descontados a titulo de tíquete refeição e passagem.

EM TEMPO:
SABENDO DA REUNIÃO DA DIREÇÃO DA GP COM O NOSSO SINDICATO, O SINDICATO DOS VIGILANTES DO RIO MANDOU SEUS DIRETORES NA EMPRESA COM O OBJETIVO DE ATRAPALHAR A NOSSA REUNIÃO, MAIS A DIREÇÃO DA EMPRESA FOI CORRETA, A REUNIÃO ERA CONOSCO NÃO TINHA PORQUE DEIXÁ-LOS PARTICIPAR.

POR ISSO QUE SEMPRE DISSEMOS O SINDICATO DO RIO SÓ VIVE A REBOQUE DO SINDICATO DE NITERÓI E REGIÕES.

A Diretoria do SVNIT.

domingo, 28 de setembro de 2014

Sindicatos de luta começam a repudiar decisão do MTE

O Secretário de Relações do Trabalho, Manoel Messias, ligado a membros da CUT Nacional e atendendo a interesses de pessoas poderosas, suspendeu o registro da CNTV, uma entidade séria combativa e que ao longo dos seus 22 anos sempre esteve à frente dos interesses dos trabalhadores no Brasil e fora dele.

Hoje, um grupo de pessoas se une, inclusive com pessoas que nunca foram vigilantes, com quem criou, em seu Estado, dois pisos para os vigilantes, com o objetivo de atender aos interesses dos empresários. Este mesmo grupo tenta a todo custo criar outra Confederação, para atender, novamente, aos interesses dos Patrões. Não vamos deixar acontecer! Já estamos tomando todas as medidas jurídicas e políticas possíveis para mostrar que a CNTV e os Sindicatos sérios do nosso País não vão abaixar a cabeça para essa falta de respeito para com a nossa categoria.

Os empresários não encontraram na CNTV apoio para atender os seus interesses. É este o motivo da criação de uma nova confederação. A coincidência interessante é que o endereço onde eles estão era a Sede Nacional da Associação das Empresas de Segurança com sede em Brasília. O Sindicato dos Vigilantes de Niterói e Regiões vai cobrar uma posição do Presidente Nacional da CUT sobre essa situação, uma vez que o Sr. Manoel Messias, hoje Secretário de Relações do Trabalho, tem apoio de parte da direção Nacional da CUT, se intitula Cutista e toma uma decisão dessas, prejudicando mais de DOIS MILHÕES de vigilantes no país. Como pode uma pessoa que se diz CUTISTA tomar uma decisão de suspender um Registro Sindical de uma Entidade séria que, além de ser filiada à CUT, tem uma história em defesa do Trabalhador?

A CNTV está incomodando a muitos empresários e aos seus defensores. A CNTV esteve à frente de várias conquistas, e a última foi o adicional de 30% de periculosidade para toda a categoria. Hoje, quando a CNTV lança a luta pelo Piso Nacional dos Vigilantes de R$ 3 mil, e a campanha começa a crescer no meio da categoria, vem o Sr. Messias atendendo a interesses escusos e suspende o registro Sindical da CNTV.

Não adianta! A campanha do Piso Nacional já foi lançada pela CNTV! Sabemos que quem quer destruir a CNTV é contra o Piso Nacional.

Por isso, pedimos aos companheiros que continuem firmes no propósito de lutar por um Piso Unificado e a nossa proposta é de R$ 3 mil. É uma pena que o MTE esteja contra os trabalhadores e a representação Sindical.

Trabalhador, contamos com você!


Fonte: Svnit